Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Severino do MSTU sugere trocar votos por casa própria

Nario Barbosa 19/12/16 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vereador de Mauá atrela projetos
habitacionais à sua vitória


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

18/04/2017 | 07:29


Vereador de Mauá, Severino do MSTU (Pros) sugeriu, durante ato ocorrido no período eleitoral do ano passado, trocar votos em sua candidatura por unidades de moradias populares. Em uma das atividades com apoiadores, o parlamentar atrela sua vitória à entrega de apartamentos. A fala foi feita ainda antes do primeiro turno, quando Severino conquistou a marca de parlamentar mais votado da cidade, com 5.547 adesões. No discurso, inclusive, Severino revela o desejo de ser o “vereador mais eleito” de Mauá.

O Diário teve acesso à gravação da fala do vereador, então candidato à reeleição, no comício. Durante a maior parte do tempo, o parlamentar fala de empreendimentos imobiliários voltados à população de baixa renda que o MSTU (Movimento dos Sem-Terra Urbanos), do qual Severino é presidente, gerencia a construção.

Em determinado momento, o vereador compara a prática de cabo eleitoral na eleição à adesão ao seu nome. “O que é melhor? Você pegar R$ 500 para ficar balançando bandeira (de candidato) ou pegar uma casa para colocar seus filhos para morar?”, questiona Severino, arrancando aplausos dos eleitores. Ele emenda: “E não mereço o voto de você e da família? Está dado o recado. Quem não tiver com nós (sic), pode ir embora. Porque aqui não vai entrar.”

Na conversa, Severino tenta evitar pedir votos explicitamente em troca de casas, mas a oferta fica implícita em sua fala. “Não estou aqui trocando nada por voto. Mas também não estou vendendo nada. Assim como você não é obrigado a nos ajudar, com sua família e com seu voto, se não vai nos ajudar, eu também não sou obrigado a dar nada a você também, não”, esbraveja Severino, que cita textualmente a construção dos apartamentos. “Não se preocupem, são 100 unidades que vão sair. Vocês não vão ficar de fora. O que pudermos fazer para vocês entrarem, faremos. Podem confiar (...) São 14 empreendimentos sem depender de ninguém”, garante.

Apoiador do projeto de reeleição do então prefeito Donisete Braga (PT) durante o primeiro turno – seu partido ganhou cargos no governo petista –, Severino sugere que a derrota do petista pode atrasar a construção das moradias. “Se o prefeito que está aí continuar temos certeza que até o ano que vem vocês mudam para casa de vocês. Quando troca (de governo), as coisas mudam, vai trocar secretário, tudo. Vai começar do zero. Apenas o voto de vocês vai mudar muita coisa. Se formos derrotados, a obra vai sair, mas vão (novo governo) segurar no que puder”, diz. Na segunda etapa do pleito, porém, já reeleito, Severino, apoiou o hoje prefeito Atila Jacomussi (PSB).

Na semana passada, o Diário mostrou que Severino convocou integrantes do MSTU a ocuparem as unidades do condomínio Altos de Mauá, na Vila Feital. Ele argumentou que a ação tinha como objetivo inibir invasões por parte de outros movimentos de moradia.

Procurado pelo Diário, o parlamentar não retornou aos contatos.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados