Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Condromalácia Patelar - Dr. Leo Kahn

A síndrome da dor patelo-femural, ou condromalácia patelar é uma patologia que envolve a perda da cartilagem, envolvendo partes da Patela. A causa não é exata, podendo estar relacionadas à instabilidade articular, traumas, subluxação, lesão de ligamento cruzado posterior e degeneração entre outras.


Dr. Leo Kahn

14/04/2017 | 07:00


 A Patela que também é conhecida como Rótula, é um pequeno osso sesamoide de forma triangular localizado na parte anterior da articulação do joelho e se articula com o fêmur.

A síndrome da dor patelo-femural, ou condromalácia patelar é uma patologia que envolve a perda da cartilagem, envolvendo partes da Patela.

A causa não é exata, podendo estar relacionadas à instabilidade articular, traumas, subluxação, lesão de ligamento cruzado posterior e degeneração entre outras. A frequência é maior no sexo feminino, com aumento conforme a faixa etária e também com o peso.

É classificada em graus:

I – amolecimento da cartilagem e edemas.

II – fragmentação da cartilagem ou rachaduras com diâmetro inferior a 1,3 cm.

III – fragmentação ou rachaduras com diâmetro superior a 1,3 cm.

IV – erosão ou perda total da cartilagem da articulação em questão, com exposição do osso subcondral.

FATORES DE RISCO:

Idade.

Sexo.

Sobrepeso e obesidade.

Artrose.

Fatores anatômicos.

Histológicos.

Fisiológico.

Traumatismo.

Uso de saltos constante.

Exercícios de repetição.

SINAIS E SINTOMAS:

Dor na face anterior do joelho que piora com os

movimentos de flexo extensão ativa.

Edema por baixo da patela.

Dor constante no meio do joelho.

Dor durante uma corrida, ao descer ou subir

escadas e ao ficar muito tempo sentado.

O diagnóstico é realizado após a anamnese e um

exame físico minucioso com manobras específicas

do joelho afetado do paciente, seguido de exames

de imagens como Raios-X, Tomografia ou

Ressonância Magnética.

SAIBA MAIS:

A condromalácia é mais comum em mulheres

por causa do formato do joelho feminino.

Ele tende a ter um desvio chamado de valgo

devido ao quadril.

A patela se encontra na fase flutuante na

articulação.

Quando flexionamos o joelho ela começa a se

encaixar na tróclea do fêmur.

Conforme a flexão aumenta, o contato ósseo

acaba aumentando e a pressão incidente nas

facetas articulares cresce, proporcionalmente.

As facetas são revestidas por cartilagem

articular, permitindo o deslizamento patelo-femural.

Pode ocorrer perda de líquido da patela e a

pessoa acaba tendo um choque ósseo.

Esse tipo de alteração nas forças que atuam sobre

a patela bem como no formato ósseo, pode resultar

no aparecimento de lesões na cartilagem.

Tome muito cuidado com exercícios e esportes de

alto impacto.

Use tênis adequados para atividades esportivas.

Coloque gelo no joelho após os exercícios.

Cuidado com a sobrecarga e sobrepeso.

Alongue as estruturas posteriores da coxa.

Natação é um excelente exercício.

Não mantenha o joelho flexionado em 90º muito

tempo.

Evite ficar com pernas cruzadas.

Para avaliação procure um ortopedista especialista em joelho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados