Fechar
Publicidade

Cena Politica

Publicado em quinta-feira, 13 de abril de 2017 às 07:00 Histórico

Ex-adjunto é condenado; ex-secretário na berlinda

Ex-adjunto do governo Aidan Ravin (PSB), de Santo André, Ronilson Bezerra Rodrigues foi condenado pela Justiça a dez anos de prisão em regime fechado sob denúncia de lavagem de dinheiro, acusado de chefiar a Máfia do ISS (Imposto Sobre Serviços), em São Paulo. O desvio estimado dos cofres públicos é de cerca de R$ 500 milhões. Trata-se da primeira sentença relacionada ao escândalo da cobrança de propina de empresas para obtenção de abatimento dos tributos. Quem fica na berlinda é o ex-secretário de Planejamento de Aidan e então subsecretário da Receita paulistana, Arnaldo Augusto Pereira, réu no processo, denunciado por supostamente integrar a quadrilha. Não bastasse, ele foi preso em outro caso, sob acusação de ter recebido R$ 1,17 milhão em propina para liberação de empreendimento imobiliário em solo andreense, entre 2010 e 2012.

BASTIDORES

TV Câmara

Testes de transmissão ao vivo das sessões da Câmara de São Bernardo começaram ontem por meio do perfil oficial do presidente da Casa, Pery Cartola (PSDB). A filmagem foi feita por meio de aparelho de celular. Há previsão para abertura de processo licitatório até junho, com estimativa de gastos de aproximadamente R$ 96 mil/ano. Durante a atividade, o sinal caiu apenas uma vez. Talvez daria para manter o sistema por telefone móvel, embora ainda menos oneroso que o projeto anterior, que girava em torno de R$ 4,9 milhões.

Parte do G-12
Integrantes do grupo chamado de G-12 na Câmara de Diadema, os vereadores Salek Almeida (DEM), Companheiro Sérgio (PPS) e Revelino Almeida, o Pretinho (DEM), compareceram ontem ao Legislativo de São Bernardo. Estranhamente estavam ao lado do ex-líder do governo Lauro Michels (PV) José Dourado (PSDB). A alegação é que retribuíram visita de Samuel Moreira (PSDB), de São Bernardo.

Concessionárias
Projeto, já sancionado em São Bernardo, para cobrar a fatura das concessionárias de rodovias e estradas por despesas e atendimentos médicos deixou as companhias incomodadas com a situação. Tende a ser por causa da mudança de rota, mas também pode estar atrelada à informação de dívida, por exemplo, da SPMar, na ordem de R$ 6,3 milhões, com a Prefeitura.

Depois de críticas, ciceroneado
Em visita ao Legislativo de Santo André, o vice-prefeito e secretário de Obras e Serviços Urbanos, Luiz Zacarias (PTB), foi ciceroneado por vereadores governistas, até mesmo por aqueles que questionaram a conduta do número dois do Paço no primeiro escalão. Parte do grupo assinou requerimento para investigar desvios de finalidade do secretariado, sendo o petebista um dos alvos da medida.

Liberação estadual
O governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), assinou, na terça-feira, liberação de recursos para o 1º lote de convênios com municípios paulistas do ano. No Grande ABC, Mauá será contemplada com R$ 80 mil, destinados à aquisição de equipamentos para o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) da cidade. É pouco, mas veio.

Revanchismo
O presidente paulista do PTB, Campos Machado, reagiu à movimentação do Ministério Público, que solicitou ao prefeito paulistano, João Doria (PSDB), veto ao projeto que denomina de Senador Romeu Tuma a Ponte das Bandeiras. Para ele, a ação é fora de propósito. “Um revanchismo covarde, atacando a memória de um homem morto.”
 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC