Fechar
Publicidade

D+


Publicado em domingo, 19 de março de 2017 às 07:00 Histórico

Marvel: Punho de Ferro

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

As ruas de Nova York têm um novo defensor. Entre um advogado cego com sentidos aguçados, um ex-condenado indestrutível com superforça e uma ex-heroína que atua como detetive, a cidade norte-americana agora conta com uma pegada mais mística com a chegada de Punho de Ferro. O seriado marca o próximo capítulo do universo expandido da Marvel Comics e chega com a primeira temporada completa na Netflix, disponibilizada mundialmente desde sexta-feira.

Apesar de considerado clássico nas páginas das histórias em quadrinhos, com sua aparição de estreia datada dos anos 1970, o personagem é pouco conhecido do grande público. A característica foi essencial para que se desenvolvesse a série, uma vez que a proposta da parceria entre a editora norte-americana e o serviço de streaming é focar nos ‘coadjuvantes’ queridos pelos fãs e com material interessante a ser revelado.

Na trama, Danny Rand (papel de Finn Jones, com passagem por Game of Thrones e que estará no Brasil em abril para participar da CCXP Tour Nordeste) reaparece anos depois de ter sido dado como morto em acidente de avião com a família. Seu retorno simboliza também o início da briga com misteriosos criminosos escondidos e o rapaz terá de utilizar todo o conhecimento de kung fu adquirido, além de revelar poderes energéticos especiais, para entrar em combate. Total de 13 capítulos dá forma ao programa.

Entre expectativa do público para conhecer a versão em carne e osso do herói, a recepção do seriado tem dividido opiniões, o que destoa das impressões quase que exclusivamente positivas dos projetos irmãos. Segundo o jornalista Henrique Almeida, editor do site Boletim Nerd (www.boletimnerd.com.br), a mudança da identidade do personagem principal para um aspecto mais moderno pode não ter convencido.

“O personagem teve sua primeira aparição nos quadrinhos em 1974, em aventuras influenciadas pelos filmes de kung fu do Bruce Lee, e acho que os críticos esperavam por isso na série. Mas Hollywood não produz nada assim há anos, décadas. A Marvel e a Netflix levam para a TV um personagem que andaria pelas ruas nos dias de hoje e assimilar isso parece ser a maior dificuldade.”

As aventuras de Danny Rand são os últimos passos para o projeto Os Defensores, reunião de todos os que estão tentando fazer algo por Nova York e que tem previsão de lançamento para o segundo semestre. “Punho de Ferro embarca em trama que vem se desenvolvendo desde a primeira temporada de Demolidor e algumas referências musicais o aproximam de Luke Cage, seu parceiro nos quadrinhos”, explica Almeida. “Esse universo expandido da Marvel mostra que há vilões, como o Rei do Crime e o Tentáculo, que escapam aos olhos dos Vingadores do cinema. Resta saber como será inserida a personagem de Sigourney Weaver (de filmes como Alien, o Oitavo Passageiro, Os Caça-Fantasmas e Avatar), a vilã da próxima atração da Marvel na Netflix.”



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC