Fechar
Publicidade

Sua Saúde

Publicado em sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017 às 07:00 Histórico

Varicela (catapora)

 A varicela é uma doença aguda e altamente contagiosa causada pelo vírus varicela-zóster, sendo mais comum em crianças na primeira década de vida. Porém, pode ocorrer em pessoas não imunes de qualquer idade, sexo e cor.

Na maioria das vezes, principalmente em crianças, evolui sem consequências mais sérias, mas pode ter evolução grave e até causar a morte, sendo consideravelmente maior o risco quando ocorre em adultos, em especial os imunodeficientes. A mortalidade em crianças saudáveis é de dois para cada 100 mil casos; nos adultos, é em média 30 vezes maior.

Essa infecção confere imunidade permanente; embora a catapora não recorra, o vírus permanece em algumas células da medula e pode ser estimulado a reaparecer depois como herpes zoster.

A catapora é facilmente disseminada entre pessoas pela respiração, por pequenas gotas eliminadas pela tosse ou espirros de uma pessoa infectada ou por meio de contato direto com o líquido das feridas abertas. Uma pessoa que não é imune ao vírus tem de 70% a 80% de chance de ser contaminada se exposta a outra que esteja em um dos estágios iniciais da doença.

A doença pode ser evitada com a utilização da vacina, com uma queda significativa do número de casos e de óbitos. Nos Estados Unidos, antes de a vacina estar disponível, ocorriam por ano aproximadamente 11 mil hospitalizações e cerca de 100 óbitos devido à varicela.

O médico faz diagnóstico por meio do quadro clínico típico, com as lesões avermelhadas que geralmente aparecem primeiramente na cabeça, face e nas costas, que evoluem com a formação de pequenas bolhas por todo o corpo. O período de incubação dura de dez a 21 dias e a recuperação completa ocorre de sete a dez dias depois do aparecimento dos sintomas.

 

Sinais e sintomas:

Febre entre 37,5°C e 39,5°C.

Mal-estar.

Falta de apetite.

Dor de cabeça.

Diarreia.

Cansaço.

Após 24 a 48 horas, surgem lesões de pele caracterizadas por manchas avermelhadas que dão lugar a pequenas bolhas ou vesículas cheias de líquido que posteriormente formarão crostas, e que provocarão muita coceira e são desconfortáveis.

 

Saiba mais:

A varicela pode ocorrer durante o ano todo, porém observa-se um aumento do número de casos no período que se estende do fim do inverno até a primavera, sendo comum, neste período, a ocorrência de surtos em creches e escolas.

A maioria da população de adultos em áreas urbanas é imune, mais de 90% nos grandes centros.

É importante evitar a contaminação das lesões por bactérias, o que complica o quadro.

Adultos ou pessoas debilitadas que se contaminem com o vírus da catapora requerem cuidados especiais.

A vacinação é recomendada para crianças a partir de 1 ano, a adolescentes e adultos com baixa imunidade ou que passarão por tratamentos de quimioterapia e radioterapia.

A catapora durante a gravidez pode causar pneumonia viral, trabalho de parto prematuro, e – raramente – morte da mulher. Além disso, 25% dos fetos são infectados.

 

Dicas:

Procure evitar contato direto com pessoas doentes.

Não arranque as crostas que se formam quando as vesículas regridem.

Mantenha o paciente em repouso enquanto tiver febre.

Consuma alimentos leves e muitos líquidos.

Crianças devem permanecer afastadas de sua escola ou creche até que este estágio infeccioso seja ultrapassado.

Os adultos com catapora que trabalham com crianças também devem ser afastados do trabalho.

 

Complicações da catapora:

Infecção bacteriana secundária das feridas.

Desidratação por vômitos e diarreia.

Pneumonia viral.

Neurológicas como síndrome de Reye, síndrome de Guillain-Barre e encefalite.

Púrpura e plaquetas baixa.

Atualmente, a vacina não faz parte do calendário de vacinação do Brasil. Caso necessário, procure o médico pediatra ou infectologista para tratamento preventivo.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC