Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O futuro se constrói com o sonho...


Do Diário do Grande ABC

23/02/2017 | 09:04


Artigo

Existe frase do educador e escritor David Starr Jordan que me acompanha desde que iniciei a carreira de empreendedor: ‘O mundo se afasta e dá passagem para o homem que sabe aonde vai’. Acredito realmente que quando sabemos aonde queremos chegar as portas começam a se abrir. E essa crença é a mesma que permeia o Movimento Futuro, programa que tem como objetivo o desenvolvimento de habilidades socioemocionais para que os jovens realizem sonhos que impactem a si, a escola e o mundo.

O programa foi inspirado e baseado em metodologias já testadas como filosofia elos, art of hosting, jogos cooperativos e pedagogia da cooperação, psicodrama, the future project, fábrica dos sonhos e a mentoria colaborativa.

Esse programa chegou até a nossa equipe por meio do professor Marco Gregori, CEO da EDUinvest e da VIAe, durante a homenagem que realizamos pelos 50 anos do Colégio Anchieta em São Bernardo. Ele explicou que o Movimento Futuro acontecia nos colégios Anchieta e Anhembi/Morumbi e falou do sonho de levá-lo a uma escola pública da cidade. Imediatamente nos lembramos da Escola Omar Donato Bassani, localizada no bairro dos Tatetos, na região do pós-balsa. Feitas as apresentações a sinergia foi imediata, e o projeto passou a ser aplicado para os alunos da Omar Bassani.

As escolas públicas em nosso País necessitam de atenção especial, existem muitas coisas que ainda precisam ser feitas e, por isso, quando encontramos pessoas querendo realizar algo é oportunidade única que abraçamos imediatamente. No fim de dezembro estivemos na Sonhatura, que foi o encerramento das atividades de 2016 do Movimento Futuro. Naquele dia assistimos na prática ao resultado do trabalho. Foi com grande emoção que ouvimos dos alunos da Omar Bassani que tínhamos dado a eles a oportunidade de voltar a sonhar.

Mas a verdade é que não fomos nós que demos a eles essa oportunidade. Ela surgiu no caminho desses alunos e eles a abraçaram com garra e determinação. Eles abriram a mente e o coração para os novos ensinamentos. Partes diferentes da sociedade se uniram com objetivo bem definido: transformar a vida das pessoas.

São ações como essas do Movimento Futuro que vão ajudar a gerar os resultados que o nosso País precisa para se tornar o lugar que almejamos e sonhamos. Nosso objetivo agora é contagiar outros jovens com a filosofia do Movimento Futuro, que ensina os participantes a ‘inter-agir’ com o outro, confiar, sonhar sem limites, planejar para acontecer e realizar com todos, contagiando o mundo!

Mauro Miaguti é empresário, diretor titular do Ciesp-São Bernardo, palestrante e vereador pelo DEM de São Bernardo.

Palavra do leitor

Priorize-nos
Desde outubro de 2016 tenho ido à UBS (Unidade Básica de Saúde) do Baeta Neves, em São Bernardo, buscar cálcio para minha mãe, idosa com 85 anos, e não tem o medicamento. Dia 10 não tinha Lozartana. Dia 20 também não tinha AAS e Furozemida. Então, cadê os remédios? Quando deixamos de pagar uma parcela do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) rapidinho recebemos cobrança ameaçando protesto. Onde vai parar o dinheiro dos impostos? Orlando Morando, elegemos o senhor confiantes em tudo que nos prometeu em campanha, então, por favor, priorize a saúde de todos nós, munícipes.
Maria Aparecida Chitto dos Reis
São Bernardo

Balela
Primeiro tal de Cartola criou cartilha de boa conduta. Agora, outro quer mudar o brasão da cidade (Política, dia 21). Vocês não têm nada o que fazer? Assuntos que realmente interessam para o povo que os elegeu? Só falta na semana que vem projetos para mudarem nomes de ruas.
Breno Reginaldo Silva
Santo André

Resposta
Em atenção à carta do leitor Nevino Antônio Rocco (Rua Java, dia 17), a Secretaria da Segurança Pública informa que o comando local da Polícia Militar irá analisar o relato para reorientar o policiamento na região. Em 2016, as polícias prenderam ou apreenderam 569 pessoas em flagrante e apreenderam 65 armas na região. Além disso, o combate às drogas na região resultou em 61 ocorrências de tráfico e 51 de porte de entorpecentes no ano passado.
Secretaria da Segurança Pública

No breu
Venho por meio desta Palavra do Leitor deixar minha queixa e pedir para que seja sanado problema sério de falta de iluminação nas ruas Nicolau Singer, Mario Missirole e Alípio Nascimento, todas no Jardim Nossa Senhora de Fátima, em São Bernardo. Há mais de duas semanas estamos sem iluminação nessas vias, acarretando preocupações e riscos. Muitas pessoas trabalham e estudam no período noturno, e têm de voltar para suas residências correndo riscos. Solicitei junto à Prefeitura para que tomasse providências, porém respondeu-me, com total descaso, que a fiação foi roubada. E quem paga por isso? Sou cliente e peço para que a Prefeitura tome alguma atitude com brevidade.
Devanir Braz dos Reis
São Bernardo

CPI do Lixo
A respeito da CPI do Lixo, em São Bernardo (Política, ontem), gostaria de dizer ao vereador Ary de Oliveira que se existe forma mais rápida e processo mais eficiente para resolver problemas e buscar soluções devemos tentar, modernizando e mudando ‘esse jeito velho e obsoleto’ de fazer política e de servir à população. Já imaginou se ainda déssemos brilho no chão com escovão?
Márcia Perecin
São Bernardo

Reflexão
Será que não podemos evitar o mal? A violência que deixamos nos dominar? A ignorância que jogamos em cima de alguém que não fez nada contra nós? Se pensarmos antes de agir vamos conseguir sim.
Marcos Prado
Capital

Poluição
O governador Geraldo Alckmin regulamentou lei que restringe ruídos causados por aparelhos de som em veículos estacionados em ruas públicas ou calçadas particulares. Urge saber quando o Estado aplicará as penalidades do artigo 230,11, do Código de Trânsito Brasileiro, que pune motocicletas com descarga livre ou silenciador defeituoso, sobretudo que é sabido e também previsto em resolução do próprio dispositivo serem ‘inquestionáveis os danos orgânicos e psíquicos resultantes de barulhos de motores a explosão’. Causa estupor a apatia das autoridades em combater a poluição sonora, sendo esta uma das maiores responsáveis pelos altos índices de doenças depressivas tidas como mal do século, principalmente pela enorme incidência de suicídios em redor do planeta.
Adauto Campanella
São Caetano 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados