Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Deixa o verão 'con nosotros'

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vanessa Soares

26/01/2017 | 07:00


 Sol, calor, mar, praia e paisagens paradisíacas a 7.367 quilômetros da costa litorânea com cenários exuberantes, regiões com calor o ano todo e infinidade de outros atrativos naturais que agradam não só brasileiros, mas turistas do mundo inteiro. Esse é o Brasil.

Em contrapartida, vez ou outra surge aquela vontade de passar um pouco de frio em algum lugar com neve, só para variar. Entre os destinos mais procurados por brasileiros que têm esse desejo está Bariloche, na Argentina. Porta de entrada da Patagônia, a cidade, cujo nome oficial é San Carlos de Bariloche, é o destino de inverno mais conhecido e amado por lá. O que poucos sabem, no entanto, é que, para viajantes de outros países, no verão o lugar é tão bom quanto.

Conhecida como a capital argentina do turismo de aventura, Bariloche é boa opção para quem quiser conhecer um verão diferente ou não curte muito o frio intenso do inverno. Com temperaturas agradáveis e o Sol presente por mais tempo (até 20h, 21h) é possível aproveitar melhor o dia e praticar esportes aquáticos, passeios nos lagos da região e trekking (caminhada por trilhas). Aproveitar mais a natureza, andar de bicicleta ou a pé por qualquer ponto do Parque Nacional ou desfrutar das praias com águas transparentes também são atividades recomendadas.

Em conversa com o Diário, Diego Piquin, gerente executivo do Emprotur, que promove Bariloche, contou que a programação é exclusiva para esta época do ano. Além disso, tem atrativos para todas as idades, ideal para quem gosta de aproveitar as férias em família. “É um destino completo em serviços e infraestrutura, e que pode ser frequentado por casais, famílias, idosos, grupos de amigos ou mesmo para uma viagem sozinho. Por exemplo, no verão o Centro de Bariloche possui mais atrativos, como o distrito de cerveja artesanal em pleno Centro da cidade, passeios no lago e muitas atividades nos refúgios no alto montanha”, explica.

Para quem quiser aproveitar o que Bariloche oferece de melhor, o recomendado por Piquin é ficar na cidade de cinco a sete dias. Outro atrativo desta época do ano são os valores dos pacotes, que, no verão, são em média 35% mais baratos do que no inverno. De acordo com a CVC, o pacote de oito dias sai, em média, R$ 2.480. Na temporada de inverno, o mesmo período não sai por menos de R$ 3.800.

Paisagens sem neve também enchem os olhos
São poucos os turistas brasileiros que saem daqui rumo a Bariloche cheios de expectativa quando a viagem é feita fora da temporada de inverno. Mas a surpresa ao se deparar com paisagens deslumbrantes é proporcional a vontade de retornar à cidade mais uma vez.

É o caso da jornalista Raquel de Medeiros, 34 anos, que visitou Bariloche no outono de 2012. Acostumada a fazer viagens a trabalho com a intenção de divulgar os destinos que visita (registros das viagens estão disponíveis no instagram @raq_demedeiros), ela conta que nunca tinha considerado Bariloche como uma opção. “Me surpreendi muito quando cheguei lá. Sem dúvida, foi uma das viagens mais bonitas que já fiz. A natureza é encantadora, as paisagens são bem diferentes do que nós, brasileiros, estamos acostumados a ver”, garante.

Entre as atividades mais marcantes, a jornalista destaca o rafting no Rio Limay e o passeio pelo Cerro Campanário e o Cerro Catedral. Questionada se voltaria a Bariloche fora da temporada de inverno, Raquel é categórica. “Voltaria sem dúvida. Como eu não sou praticante de esqui, então, prefiro ir fora da temporada. Aliás, agora Bariloche está na minha lista de roteiros. Quero voltar para lá e vivenciar, com calma, mais uma vez essa experiência”, finaliza.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados