Fechar
Publicidade

Automóveis

Publicado em sexta-feira, 13 de janeiro de 2017 às 07:34 Histórico

Chorinho, pode?

Banco de dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Quando compramos qualquer tipo de coisa, o recomendado é seguir as instruções do manual do proprietário, correto? E com carro (ou moto) não é diferente. Portanto, quando sair da concessionária (ou da agência, no caso de usado ou seminovo), sua primeira ação será completar o tanque de combustível, sim? Mas negue se o frentista insistir em arredondar o valor a ser pago com o famoso chorinho.

O fato é que a prática excede a capacidade do reservatório e pode até danificar peças internas do automóvel, uma vez que a pequena quantidade de combustível extra no tanque (gasolina, etanol ou diesel) faz com que o líquido acumule nas mangueiras que se comunicam com o cânister (filtro de carvão), responsável por evitar que gases tóxicos cheguem ao meio ambiente. Para explicar melhor sobre os perigos de tal prática a longo prazo, recorremos ao Cesvi Brasil.

De acordo com o coordenador técnico Gerson Burin, é justamente por causar prejuízos não aparentes que o motorista deve ficar ainda mais atento aos sinais do veículo. “Com o cânister inundado, o combustível pode fazer com que as partículas de carvão se desprendam e cheguem até a válvula do cânister e ao coletor de admissão do motor. Esse processo pode causar falhas no veículo a longo prazo, além de perda de desempenho, mau funcionamento ou até prejudicar o sistema de injeção eletrônica.”

Para evitar dores de cabeça é necessário ficar atento ao click da bomba do posto na hora de abastecer, pois o ruído mostra que o tanque chegou à capacidade máxima. Portanto, nada de complemento!



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC