Fechar
Publicidade

Cultura & Lazer

Publicado em sexta-feira, 2 de dezembro de 2016 às 07:32 Histórico

O veloz e furioso Vin Diesel conquista público em SP

Vin Diesel acaba de ser homenageado pelo Facebook por haver ultrapassado a marca de 100 milhões de seguidores na rede social. Você pode apostar que muitos deles são brasileiros. Alguns milhares estavam nesta quinta-feira, 1º, na Comic Com Experience, no painel da Paramount que inaugurou o evento deste ano, à tarde. Na sala, cabiam 3.500 pessoas. Estava lotada. O veloz e furioso veio mostrar cenas de xXx - Reativado, que estreia em 19 de janeiro. Serão mil salas de todo o Brasil, o mesmo número de Velozes e Furiosos 7, que registrou o recorde nacional e internacional da outra série.

Quinze anos depois, Xander Cage está de volta. É o Triplo X. "I Love Brazil", gritou Vin Diesel ao pisar no palco. "Fiz questão de iniciar por aqui a turnê de lançamento do filme." O público veio abaixo. E vieram as cenas - os 20 minutos iniciais da produção dirigida por D.J.

Muita ação, ação eletrizante. "Estava precisando fazer um filme para me alegrar", disse o astro. "Um filme para fazer o público feliz, para que as pessoas pudessem ver em família." Vin Diesel é uma figura.

Por uma questão de estratégia, a distribuidora resolveu fazer as entrevistas no Hotel Fasano, nos Jardins. Vin Diesel saiu com certa folga, para manter o horário. No caminho, passou por um campinho onde uma garotada jogava futebol. Vin Diesel parou o carro. Saltaram seus quatro seguranças vindos dos EUA. Ele não quis saber. Misturou-se aos garotos da várzea. Jogou com eles, fez selfies. Não é à toa que tem 100 milhões de amigos.

Cem milhões e um - Renato Aragão, o Didi, estava nos camarins da Comic.Con. Apresentado, Vin Diesel fez questão de tirar foto com ele.

Depois, para o repórter, o astro comentou: "Quando comecei nessa carreira, não imaginava que um dia pudesse ocorrer essa loucura. Mas é que o mundo mudou.

Naquele tempo, não havia a ferramenta da internet. Havia o impresso, com um sistema de entrevistas e divulgação mais lento. Hoje, as coisas vão muito mais longe e mais rápido. A internet criou essa comunidade no Facebook. As pessoas estão conectadas, globalmente. E isso desperta na gente o compromisso. Você tem de pensar nesse público heterogêneo que está atingindo. É estimulante".

Vin Diesel sabe que o ano que está por vir vai ser decisivo para ele. Três novos filmes, três possibilidades de megassucesso. O primeiro é Triplo X; em abril, virá Velozes e Furiosos 8 e, na sequência, Guardiões da Galáxia 2. Cada um desses filmes encerra o seu desafio.

"Toretto, de Velozes e Furiosos, é um homem de família. Com ele, comecei a fazer esses stunts malucos, cenas de ação sem limite. Mas ele tem também o lado familiar, mais grave. Toretto é mais denso que as pessoas tendem a acreditar. Xander, de Triplo X, é mais alegre. Participa de toda ação radical, mas é comparativamente mais leve. Quanto a Guardiões, faço um personagem secundário mas muito importante. Uma bizarrice. O público adora o universo de gibi do filme, mas, claro, o herói é Chris (Pratt)", observa o ator.

O astro é capaz de ficar falando horas sobre as espetaculares cenas de ação. "É todo um time pegando junto. Tudo tem de ser milimetricamente planejado e executado, para evitar riscos. E temos uma equipe maravilhosa. Adoro essa dinâmica." Logo de cara, nos 20 minutos apresentados à imprensa aparece... Neymar Jr. O craque é cooptado por Samuel L. Jackson para ser herói. Diz que é jogador, não herói.

Mas logo - olha o spoiler - você vai ver o que ele faz. "Neymar é fabuloso", diz Vin Diesel. "Tem energia, carisma. É impossível não se envolver com sua juventude, seu entusiasmo, sua alegria, porque ele também gosta do que faz."

Em outra entrevista, por ocasião do lançamento de Velozes e Furiosos 6, Vin Diesel já havia falado da importância que teve para ele trabalhar com Sidney Lumet, em Sob Suspeita, de 2006. "Todo mundo vê em mim a fisicalidade, ele viu outra coisa.

Me convenceu de que eu podia ser ator dramático. Já havia feito papéis dramáticos, inclusive com (Steven) Spielberg em O Resgate do Soldado Ryan. Mas foi Sidney quem me deu a confiança de interpretar. Hoje, nas rápidas cenas que constroem a vida de meus personagens de ação, sinto-me mais confiante de que vou conseguir. "Três grandes hits prometidos para o ano que vem. E o futuro, mais além. "Seguir trabalhando. Agora mesmo, enquanto converso com você, já existe uma equipe de roteiristas escrevendo o próximo Triplo X. A Paramount quer começar a filmar em maio, para lançar em 2018. É uma roda viva, mas, nessa altura, não faço para ganhar dinheiro. Faço porque gosto, porque o público gosta. Enquanto meus filmes estiverem agradando ao público, continuo. Faço para o nosso prazer. Deles e meu."

No Brasil, acompanham-no Nina Dobrev, da série The Vampire Diaries, e Michael Billings, lutador da UFC. "Nina é bela e talentosa. Atirou-se nas cenas de ação. E ele trouxe sua experiência de luta para fazer com que tudo ficasse mais real no set. O público vai amar."

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC