Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Brasil bate a Ucrânia no Poliesportivo de S.Bernardo


Carlos Tadeu
Especial para o Diário

02/05/2011 | 07:36


Não foi um show da Seleção Brasileira de Futsal, mas o que rendeu foi o suficiente para mais uma vitória (3 a 0). Desta vez, a vítima foi a Ucrânia, ontem, no lotado Ginásio Poliesportivo de São Bernardo, no primeiro confronto do Desafio Internacional. Amanhã, as equipes voltam a se enfrentar na Arena Tancredo Neves, em Uberlândia (MG), às 20h30.

Apesar da grande superioridade brasileira durante toda a partida, o jogo se tornou difícil porque a bola não entrava. No primeiro tempo, foram quatro conclusões na trave, além das inúmeras defesas importantes do goleiro ucraniano.

O primeiro gol surgiu apenas no fim da etapa inicial. O fixo Neto soltou a bomba de longe e acertou o ângulo esquerdo: 1 a 0.

Os europeus chegavam pouco ao ataque, mas quando se arriscavam levavam perigo. Em todas as oportunidades, o goleiro Léo apareceu bem.

No segundo tempo, o panorama não se modificou. O Brasil atacava e a Ucrânia se defendia como podia.

A Seleção Brasileira ampliou em saída errada dos ucranianos. Falcão roubou a bola e serviu Jé, que tocou por cima do goleiro: 2 a 0.

Por pouco, o astro Falcão presenteou os torcedores com um golaço. Ele recebeu lançamento na frente do gol, deu um chapéu no marcador e completou de bicicleta. A bola passou raspando a trave direita. "Foi um jogo difícil, mas aquela bicicleta poderia ter entrado para coroar essa vitória", lamentou Falcão, que ainda bateu um pênalti no travessão.

Para completar o placar, Valdin cobrou escanteio e Neto acertou outra bomba no ângulo esquerdo: 3 a 0. Foi o gol de número 50 do fixo com a camisa da Seleção Brasileira, em 109 jogos.

O técnico brasileiro, Marcos Sorato, destacou a marcação ucraniana. "Foi um jogo equilibrado como a gente esperava. A Ucrânia está entre as cinco melhores seleções europeias e entre as oito melhores do mundo e tem uma equipe forte. Claro que falta ainda um pouco de conjunto, mas o objetivo de jogar competitivamente foi alcançado com êxito."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados