Fechar
Publicidade

Internacional

Publicado em quinta-feira, 10 de março de 2016 às 12:36 Histórico

Coreia do Norte dispara mísseis no mar e ameaça "liquidar" ativos sul-coreanos

AHN YOUNG-JOON/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

A Coreia do Norte reagiu nesta quinta-feira a novas sanções impostas pela Coreia do Sul. O regime norte-coreano disparou mísseis balísticos de curta distância no mar, em uma mostra de desafio à punição, e também afirmou que pretende "liquidar" todos os ativos restantes sul-coreanos em projetos cooperativos que eram conduzidos pelos dois países.

As medidas são as mais recentes na escalada do atual impasse entre as duas Coreias, que começou em janeiro quando a Coreia do Norte detonou o que disse que era "uma bomba de hidrogênio de justiça", naquele que seria seu quarto teste nuclear. Desde então, os norte-coreanos lançaram um foguete de longo alcance e Seul, por sua vez, decidiu fechar um parque industrial conjunto e impôs sanções contra o vizinho, além de começar a fazer grandes exercícios militares com os Estados Unidos. A Coreia do Norte respondeu com ameaças de ataque nuclear contra a Coreia do Sul e os EUA.

O disparo de mísseis nesta quinta-feira ocorreu um dia após a imprensa norte-coreana divulgar fotos do que parecia ser um mock-up (um modelo que copia um original) de uma ogiva nuclear. O Comitê para a Reunificação Pacífica da Coreia do Norte afirmou em comunicado que o país irá "liquidar" ativos sul-coreanos no parque industrial conjunto, agora fechado. Além disso, acabará com o resort turístico que fica na Diamond Mountain. Mantendo a retórica belicosa das últimas semanas, Pyongyang disse que também irá impor reveses "letais" contra Seul nas esferas militar, política e econômica.

O governo sul-coreano qualificou o comunicado do vizinho como um "ato de provocação" e advertiu que a Coreia do Norte não deve danificar nenhum de seus ativos. O governo norte-coreano não disse exatamente o que faria com os ativos sul-coreanos, mas segundo observadores o país poderia retirar equipamentos industriais do complexo de Kaesong e transferi-los para outras áreas industriais ou convertê-los para o uso militar. Fonte: Associated Press.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC