Fechar
Publicidade

Política

Publicado em quarta-feira, 9 de março de 2016 às 20:02 Histórico

Após encontro com Lula, Renan e PMDB vão jantar com Aécio

Divulgação: Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

No mesmo dia em que se reuniram com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e lideranças do PMDB do Senado participam na noite desta quarta-feira, 9, de um jantar promovido por integrantes da cúpula do PSDB.

A previsão é que no encontro, promovido pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), também compareçam o presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), o líder do PSDB do Senado, Cássio Cunha Lima (PB), e os senadores José Serra (PSDB-SP) e Aloysio Nunes (PSDB-SP). Da parte do PMDB, já confirmaram presença Renan Calheiros e o líder do PMDB do Senado, Eunício Oliveira (CE).

"Estamos em crise. É preciso conversar com todos neste momento em busca de uma solução para o País", afirmou Eunício Oliveira à reportagem.

A reunião ocorre no mesmo dia em que Renan recebeu na residência oficial do Senado, para um café da manhã, o ex-presidente Lula. Além de peemedebistas, participaram da reunião parlamentares do PT, PP, PC do B e PDT. Lula foi à capital federal para tentar ajudar o governo Dilma Rousseff a enfrentar a crise política e tentar conter o avanço do apoio a um processo de impeachment da presidente, assim como uma debandada na base aliada.

Na avaliação de integrantes da base ouvidos pela reportagem, a iniciativa do ex-presidente não garante, contudo, que o clima no Congresso distensionará, uma vez que Lula não conseguiu mobilizar os aliados em torno de temas que possam tirar o governo da crise.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC