Fechar
Publicidade

Setecidades

Publicado em segunda-feira, 9 de novembro de 2015 às 13:51 Histórico

Projeto auxilia mães de primeira viagem

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Muito mais do que a alegria da maternidade, a preocupação com a saúde, os cuidados e as dúvidas sobre os bebês são frequentes na mente das mães, principalmente as que vivem a experiência pela primeira vez. Foi exatamente o que aconteceu com a jornalista e empresária Acácia Lima quando sua filha Mariana nasceu.

Acácia sempre foi uma mulher independente e dedicada ao trabalho. Engravidou numa época em que considerava ideal por estar tudo bem resolvido em sua vida (casamento, carreira, etc.), e quando sua filha nasceu, se deparou com diversas incertezas e dúvidas. Foi ai que teve a ideia de criar um grupo no Facebook com algumas amigas que também estavam passando por aquilo, ou já tinham passado, para ajudarem umas as outras.

Percebendo o constante crescimento do grupo, hoje com 800 mães brasileiras residentes em todo o mundo, Acácia resolveu trazer a maternidade para o seu dia a dia no trabalho, implantando o projeto Somos Mães de Primeira Viagem, mesmo nome do grupo que criou.

O projeto já tem mais de 45 mil curtidas na fanpage do Facebook e o blog é alimentado semanalmente por ela, com depoimentos de mães e médicos especialistas do Hospital Santa Joana, da Capital, que são colaboradores do projeto. Além da fanpage e o blog, uma plataforma está sendo criada para um relacionamento mais íntimo entre os colaboradores e as mães que acompanham a fan page.

A empresária é também idealizadora da ONG Caminho de Mãe, que tem como objetivo ajudar mães de comunidades carentes com doações, palestras, visitas e auxílio com relação a consultas médicas tanto para a mãe, quanto para o bebê. A plataforma servirá de base para essas mães, por meio de cadastros e disponibilizando equipe.

“Decidimos criar a ONG (eu e meu marido) para orientar, intermediar e suprir algumas necessedades básicas de mães que nem sequer conseguem uma consulta pelo SUS (sistema Único de Saúde). Uma mãe tranquila certamente transmitirá esses sentimentos ao seu bebê”, afirma Acácia, que também conta que o Hospital Santa Joana abraçou a causa e o projeto auxiliando sempre que pode.

O projeto ainda está sendo aprimorado, mas a jornalista aposta no sucesso pela dedicação de todos os envolvidos e pela fidelidade e participação ativa das leitoras. 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC