Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Rebelião em Avaré termina com quatro mortos


Do Diário OnLine

21/01/2001 | 20:41


A Tropa de Choque da Polícia Militar conseguiu controlar a rebelião no presídio Luciano Campos, em Avaré, interior de São Paulo, na tarde deste domingo. Segundo a PM, quatro presos foram mortos durante o motim, que teve início na tarde deste sábado.

Quinze agentes penitenciários mantidos como reféns foram libertados por volta das 16h20 deste domingo. Algumas famílias que visitavam parentes presos também foram rendidas, mas soltas meia hora depois do início da rebelião.

No sábado, quatro detentos que estavam na cela do "seguro" foram mortos por colegas com golpes de estilete, socos e pontapés.

As negociações com os rebelados foram comandadas pelo diretor do presídio, Fernando José Tomazelli Silva. Como os líderes do motim ameaçavam matar reféns, a PM invadiu o local, mas os internos não reagiram. O presídio ficou destruído.

Os detentos reivindicavam transferência imediata de presos para outras unidades. A cadeia tem capacidade para 452 detentos, mas abriga 850 presos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.