Fechar
Publicidade

Setecidades

Publicado em terça-feira, 4 de janeiro de 2011 às 07:22 Histórico

Tarifa de ônibus mais cara surpreende passageiros

Usuários do transporte público de Santo André, São Bernardo, São Caetano e Diadema foram pegos desprevenidos pelo aumento das tarifas de ônibus municipais. Os passageiros reclamam que os reajustes foram pouco divulgados e criticam a qualidade do serviço. Ontem foi o primeiro dia útil com os novos valores.

Entre as cidades que modificaram o preço do bilhete, a única que divulgou a informação no site oficial foi Diadema, que publicou aviso no dia 28 de dezembro. A Prefeitura de São Bernardo disponibilizou nota no dia 16 comunicando que haveria o reajuste, mas não informou o novo valor nem quando entraria em vigor. As páginas de Santo André e São Caetano não citam o aumento.

A falta de divulgação fez com que muitos passageiros entrassem no ônibus com o valor antigo. "Teve gente, na hora de passar pela catraca, não tinha dinheiro", contou o motorista de São Caetano João Carlos Stracanholi, 50, que também atua como cobrador. "Muitos reclamam com os funcionários, achando que nós somos culpados." No município, a passagem passou de R$ 2,30 para R$ 2,75 (aumento de 20%).

A gestora de recursos humanos Gabriela Nunes, 28, disse que tinha conhecimento sobre o reajuste, mas não sabia quando entraria em vigor. "Pensei que fosse mais para frente. Fui surpreendida", relatou a passageira, que aguardava o ônibus no Rudge Ramos, em São Bernardo. A tarifa na cidade, que custava R$ 2,50, subiu 16%, chegando a R$ 2,90. Mesmo valor é cobrado em Santo André, onde o bilhete, que era vendido a R$ 2,65. teve aumento de 9,4%.

"O engraçado é que, até para um aumento de nada no salário mínimo, o governo anuncia com bastante antecedência. Agora, quando é para tirar dinheiro do nosso bolso, não dizem nada", ironizou o motorista de frota José Luiz dos Santos, 43, morador de Diadema. "Eu até tenho dinheiro, mas contava com os R$ 2,50", completou. A tarifa foi reajustada em 12% e agora custa R$ 2,80.

RIBEIRÃO PIRES
A Prefeitura de Ribeirão Pires deve anunciar nesta semana o valor da nova passagem. Contatada pelo Diário, a administração informou que ainda não havia definido o índice de reajuste. Atualmente, a viagem custa R$ 2,50.

Qualidade do serviço é criticada pela população

As principais críticas feitas por passageiros sobre o aumento nas tarifas municipais dizem respeito à qualidade do serviço prestado. Segundo usuários, não há retorno que justifique o reajuste.

"É um absurdo mudar o valor da passagem. Isso porque, sempre que aumentam, justificam falando que vai haver melhora no serviço, mas isso nunca acontece", opinou a pedagoga Luciana Maria da Silva, 25, de São Bernardo.

Para a ajudante de cozinha Andrea Barbosa, 28, além do mau estado de conservação, faltam veículos nas ruas. "O transporte é ruim. Os ônibus nunca têm horário certo para passar", salientou a moradora de Diadema. "Vou ter mais de R$ 6 semanais de prejuízo, e não vou ver retorno deste dinheiro", protestou.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC