Fechar
Publicidade

Setecidades

Publicado em quinta-feira, 5 de agosto de 2010 às 07:01 Histórico

Trecho Sul do Rodoanel registra primeira morte

O operador de máquinas Antônio da Silva Pereira, 33 anos, foi encontrado morto por volta das 12h de ontem na altura do km 82 do Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, em Santo André, no sentido Mauá. O motorista, que estava desaparecido desde as 6h de terça-feira, perdeu o controle do carro e caiu cerca de 30 metros até a Represa Billings. Este foi o primeiro acidente com vítima fatal registrado desde a inauguração do Rodoanel, em 1º de abril deste ano.

Segundo o irmão do motorista Nivaldo Vieira Pereira, 51, ele saiu de casa por volta das 5h30 de anteontem, em Diadema, para ir ao trabalho, na empresa de fundição Tupy, em Mauá. "Ele começou a fazer este trajeto há cerca de um mês, quando entrou na indústria. Como ele não voltou para casa no horário previsto, começamos a nos mobilizar para encontrá-lo", contou.

Nivaldo afirma que os familiares procuraram Antônio em hospitais, delegacias e até no IML (Instituto Médico Legal). "Ele não aparecia e decidimos fazer o caminho que ele costumava seguir todos os dias. No fim, por volta das 11h (de ontem) acabamos localizando um carro caído na água", afirmou. O veículo, um Gol prata, estava capotado nas margens da represa."Pela placa, constatamos que realmente se tratava do meu irmão. Aí acionamos a polícia."

O Corpo de Bombeiros, a Polícia Estadual Rodoviária e a Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A) - concessionária responsável pelo Rodoanel -, chegaram ao local por volta das 11h30 e iniciaram a operação de retirada do carro.

Segundo o capitão César Toller, do 8º Grupamento de Bombeiros de São Bernardo, ao desvirar o veículo, foi constatado que a vítima estava no banco do motorista, presa ao cinto de segurança. "Como o carro caiu em uma área de difícil acesso precisamos da ajuda de um guincho e de uma retroescavadeira para realizar o resgate."

A Dersa informou que duas faixas de rolamento ficaram bloqueadas até a retirada do carro e que a via foi totalmente liberada às 17h. Não houve lentidão no local.

Para Flávio da Silva Pereira, 30 anos, outro irmão da vítima, a falta de itens de segurança no Rodoanel, como guard-rail, contribuiu para a o fim trágico do acidente. "Em toda a rodovia não vemos iluminação e proteção nas laterais. Qualquer descuido pode levar a pessoa direto para a morte, como ocorreu com o meu irmão." Antônio era casado e deixou um filho de cinco anos. "Ele não consumia bebida alcoólica ou drogas. Como o carro vinha apresentando problemas, acredito que ele não tenha conseguido controlar a direção", lamentou Flávio.

O corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Santo André e o caso será investigado pelo 6º DP da cidade.

 

 

Policiamento é intensificado no Rodoanel

A Polícia Militar informou que o policiamento no Trecho Sul do Rodoanel Mário Covas foi intensificado desde o dia 4 de agosto. Além do aumento do efetivo, o helicóptero Águia passou a ser usado como apoio operacional na rodovia.

A porta voz do Comando de Policiamento Rodoviário, tenente Fabiana Pane, informou que a medida visa antecipar o crescimento do fluxo na região depois proibição da circulação de caminhões na Marginal Pinheiros e nas avenidas Bandeirantes e Jornalista Roberto Marinho, em São Paulo - que entrou em vigor no dia 4.

"Sabemos que esses veículos vão migrar para vias alternativas, como o Rodoanel, por isso precisamos reforçar o efetivo para aumentar a fiscalização e auxílio prestado aos motoristas", explicou. "O helicóptero Águia terá uma função importante, uma vez que facilita operações de socorro na rodovia", destacou a tenente.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC