Publicado em sábado, 22 de maio de 2010 às 07:00

Funcionários da GM rejeitam PLR de R$ 10 mil


Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

Incorporar notícia

Os funcionários da GM (General Motors) rejeitaram ontem, por unanimidade, a proposta da PLR (Participação nos Lucros ou Resultados) de R$ 10.020 feita pela montadora.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Caetano, Francisco Nunes Rodrigues, o Nunes, os trabalhadores não aceitaram a proposta devido à meta de produção estabelecida pela montadora de 385 mil veículos para este ano.

No início das negociações, a GM propôs a produção de 411 mil unidades, entre as duas unidades (São Caetano e São José dos Campos). "No ano passado, a meta prevista pela montadora era de 300 mil veículos. Nós ultrapassamos essa marca em 37 mil. Ou seja, é melhor baixar a meta para que a gente consiga ‘batê-la' do que o contrário. A meta está muito alta", diz Nunes.

Além disso, o sindicalista acredita que 40 horas de trabalho semanais não sejam o suficiente para alcançar o que a empresa propôs.

A intenção por parte dos trabalhadores é garantir o recebimento da PLR em 100%. "Caso a meta da produção não seja alcançada, os trabalhadores recebem apenas 80% do benefício e queremos garantir os 100% ou mais", afirma Nunes.

A cada 3.000 veículos produzidos a mais do que havia sido proposto pela fábrica, o trabalhador receberia R$ 91,17. Caso a PLR fosse aprovada, a primeira parcela (R$ 4.500) seria paga no dia 28 e a segunda em janeiro. No ano passado, a participação foi de R$ 6.900. Porém, os funcionários bateram 118% da meta proposta e receberam R$ 8.043.

A GM em São Caetano emprega, atualmente, 10 mil funcionários, entre mensalistas e horistas.

Na segunda-feira, sindicalistas vão comunicar à empresa sobre a rejeição da proposta e retomar as negociações com a montadora. Procurada pela reportagem, a GM não quis comentar o assunto.

MERCEDES - Também nesta semana, os funcionários da unidade de São Bernardo da Mercedes-Benz aprovaram a PLR para este ano de R$ 10,8 mil. De acordo com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Sérgio Nobre, a primeira, de R$ 5.200, está prevista para este mês. O restante será creditado no dia 20 de dezembro.

A projeção é que as primeiras parcelas das PLRs, dos cerca de 140 mil metalúrgicos das sete cidades, injetem R$ 270 milhões na economia da região até a metade do ano.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Portal Santo André Portal São Bernardo Portal São Caetano Portal Diadema Portal Ribeirão Pires Portal Mauá Portal Rio Grande da Serra Portal Grande ABC Ronan Maria Pinto Notícias Regionais Política Regional Vídeos de Santo André no ABC Paulista Vídeos de São Bernardo no ABC Paulista Vídeos de São Caetano no ABC Paulista Vídeos de Diadema no ABC Paulista Vídeos de Mauá no ABC Paulista Vídeos de Rio Grande da Serra no ABC Paulista Vídeos de Ribeirão Pires no ABC Paulista