Fechar
Publicidade

Setecidades

Publicado em quarta-feira, 26 de maio de 2010 às 11:04 Histórico

Ladrão é morto em assalto a Policial Militar

Um ladrão foi morto durante o assalto a um policial militar na madrugada desta terça-feira em Santo André. O PM também foi baleado, mas não corre risco de morte.

Por volta das 2h, quatro criminosos em um GM Celta, cor prata, abordaram a vítima que passava com sua moto Suzuki Bandit, modelo 650, pela Rua Gonçalo Fernandes, no Jardim Bela Vista.

Durante uma troca de tiros, o policial e um dos bandidos foram baleados. Sem conseguir levar a motocicleta, os ladrões fugiram. O militar - que trabalha na 2ª Companhia do 48º Batalhão, na região central de São Paulo - foi socorrido no Hospital Estadual Mário Covas, onde segue internado e seu estado é considerado estável.

Max Bruno da Silva Veiga, 21 anos, foi visto por policiais militares da 1ª Companhia do 41º Batalhão enquanto tentava ligar de um telefone público. Ao perceber a aproximação da viatura, Veiga teria tentado fugir a pé em direção à Avenida Portugal.

Perto de um posto de combustíveis, o suspeito teria se virado e atirado contra os policiais que revidaram atingindo o rapaz. Veiga foi levado ao Centro Médico Hospitalar, mas não resistiu. Com o suspeito foi apreendido um revólver calibre 38 com numeração raspada e seus cápsulas deflagradas.

Os outros três acusados de participação no crime foram presos perto de outro posto de combustíveis, na Avenida Giovanini Batista Pirelli. Antes de serem parados pela polícia, um dos suspeitos identificado como André Sales Benício, 19, teria atirado pela janela um revólver calibre 38 com numeração adulterada. Além dele, também foram presos Weslley Estima da Silva, 19, e Felipe Santos de Lima, 20.

O trio foi levado ao 4º Distrito Policial e, depois de ouvido, seguiu para o Centro de Detenção Provisória de Santo André.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC