Publicado em quinta-feira, 22 de abril de 2010 às 07:07

Artes plásticas a serviço da dança


Thiago Mariano
Do Diário do Grande ABC

Incorporar notícia

A dança é a arte da apropriação. Através do corpo fluído, ela incorpora sinais musicais e teatrais, desdobrados em texto e melodia advindos dos mais diversos campos do saber. Agora, em Torso+Oco, que o Sesc Santo André exibe amanhã, em apresentação única, o intercâmbio entre o corpo e as artes plásticas é desvendado e ganha contornos no palco.

Com direção de Donizeti Mazonas e criação e interpretação de Suiá Burger Ferlauto e Wellington Duarte, a coreografia é inspirada na obra Critical Mass, do artista plástico britânico Antony Gormley.

Criada em 1995, a obra é composta por 60 peças de esculturas humanas apresentadas em 12 poses, que vão desde a posição fetal até o corpo ereto com os olhos voltados para o céu. A proposta é ligar a arte à realidade do corpo do artista, encontrando o limite do corpo que cria e desdobra essa criação em conceito artístico.

Segundo o artista, sua proposta é "materializar a incerteza e isolar algum ponto de contato entre consciência e matéria."

Critical Mass é um conceito utilizado pela física para designar o ponto de saturação máxima antes da bomba deflagrar. São dois conceitos, o dentro e o fora. Emoção e demonstração. Nas obras de Gormley, isso é explícito nas oposições: presença e ausência, luz e escuridão, contenção e expansão.

No palco, os artistas materializam essa relação. Sem linearidade entre os conceitos, o corpo é explorado em seus desdobramentos, no limiar entre o que a emoção e a razão coordenam e a dança e o gesto correspondem.

Como trilha, foram captadas sonoridades de diversos ambientes. O cenário faz referência ao molde, como se fosse um casulo, o celeiro do processo onde a corporalidade está representada e prestes a detonar.

O espetáculo parte do processo de estudo e pesquisa de Duarte de dança aberta para confrontar, misturar e investigar seu potencial por meio da interação com outras linguagens artísticas.

O artista, que concebeu o espetáculo, formatado em parceria com Suiá, que é também artista plástica, é formado em dança contemporânea e carrega no currículo parte de sua formação realizada em Portugal.

Torso+Oco - Dança. No Sesc Santo André. Rua Tamarutaca, 302, Santo André. Tel.: 4469-1200. Amanhã, às 21h. Ingr.: R$ 2 a R$ 8.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,029s, Render: 0,041s.