Fechar
Publicidade

Sábado, 20 de Dezembro

|

Max º Min º
Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Diarinho

Publicado em domingo, 9 de maio de 2010 às 07:00 Histórico

Como é fabricado o dinheiro?

Rafael Rúbio Carveto, 10 anos, de São Bernardo, aprendeu na escola que o dinheiro é impresso pela Casa da Moeda em um papel especial que impede a falsificação. Agora quer saber quem manda fazer isso e como. "Acho que não dá para imprimir o quanto o banco quiser", diz o menino, que guarda sua grana num cofrinho e procura não gastar tudo, muito menos mais do que tem.

O dinheiro usado no Brasil é fabricado pela Casa da Moeda, que fica no Rio de Janeiro, e funciona como uma gráfica. Mas quem manda ela fazer isso é o Banco Central, responsável por colocá-lo em circulação.

Para isso, todos os anos, esse banco faz contas para saber quanto deve ser produzido no ano seguinte. Não pode fabricar quanto quiser; só o correspondente ao valor das riquezas que o País possui, acrescentando a previsão das novas riquezas que vai conquistar com o crescimento econômico e as notas e as moedas que ficaram velhas e têm de ser substituídas.

O cálculo é complicado. O BC - como o Banco Central também é chamado - funciona como se fosse um controlador, acompanhando os gastos e os ganhos de empresas e pessoas.

A fabricação também não é tarefa fácil. Precisa ser feita com cuidado para impedir falsificação. O papel é especial e chega à Casa da Moeda na forma de grandes folhas, que já vêm com todos os itens de segurança, como a marca d'água, um desenho que só aparece quando é visto contra a luz.

As notas levam nove dias para ficar prontas. Antes disso, a grande folha de papel passa por três impressoras que são responsáveis por marcar as cédulas com números, cores e imagens. Depois é cortada. Cada folha rende 50 notas, que são embaladas e distribuídas pelo BC para os bancos. Cada cédula dura cerca de 10 anos. Quando está rasgada e velhinha é recolhida e destruída.

No caso das moedas, a Casa da Moeda compra discos de metal de várias composições para transformá-los em dinheiro. Dependendo da moeda, é usada mais de uma matéria-prima. A de R$ 1, por exemplo, usa dois discos diferentes, um sobre o outro. Uma máquina grandona marca as duas faces (cara e coroa) ao mesmo tempo. O nome disso é cunhagem e demora dois dias de trabalho.



Diferentes moedas

Em geral, cada país tem a própria moeda. No Brasil, utiliza-se o real; no Japão, o iene; na Argentina, o peso argentino; na China, o yuan; no México, o peso mexicano.

Dólar é o nome da moeda oficial dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, mas em cada uma dessas nações, tem valor diferente. O dólar neozelandês, por exemplo, vale menos que o norte-americano. Há ainda países que substituíram sua antiga moeda pelo dólar norte-americano, como Timor Leste, Equador, Panamá e El Salvador.

Em 1999, vários países da Europa se uniram e criaram o euro, moeda única para ser utilizada em todos os que aderiram a ela no continente. O dinheiro entrou em circulação em 2002 e, atualmente, é usado por 16 das 27 nações que formam a União Européia, entre elas Alemanha, França, Espanha, Grécia, Irlanda, Itália e Portugal. A Inglaterra continua a usar somente a libra esterlina.

 
Pagamento era feito com sal
Antigamente, não existiam moedas nem notas de papel e as pessoas praticavam o escambo, troca de mercadorias. Se alguém tivesse pescado mais peixes do que o necessário para a família, trocava o que sobrava pelos produtos de outra. As mercadorias mais procuradas passaram a ser usadas como moeda e eram chamadas de moedas-mercadorias.

A carne de boi e o sal eram as principais moedas-mercadorias da época. Tanto que a palavra salário deriva da palavra sal que era usado para alguns pagamentos. Com o tempo ficou mais difícil realizar as trocas. O metal então passou a ser utilizado para isso. No início, em seu estado natural, depois em barras (como as de ouro) e em forma de objetos, como os anéis. As primeiras moedas surgiram onde hoje é a Turquia, no século 7 antes de Cristo. Tinham formato irregular e não se pareciam uma com a outra; cada uma tinha um tamanho.

Ouro e prata eram os únicos metais usados para isso. Uma moeda com 20 gramas de ouro, por exemplo, era trocada por uma mercadoria nesse mesmo valor. Até o final do século 19, os países faziam suas moedas de maior valor em ouro e as de menor em prata e cobre. Com o tempo, passaram a circular com o valor impresso em sua face.

A necessidade de guardar as moedas em segurança fez com que os ourives (negociantes de ouro e prata) passassem a aceitar a responsabilidade de guardar e cuidar do dinheiro dos clientes e a dar recibos com a quantidade guardada. Depois, os recibos passaram a servir como meio de pagamento. Assim, surgiram as primeiras cédulas de papel-moeda. Ao mesmo tempo, surgiram os bancos (locais seguros para se guardar os metais), que emitiam notas bancárias, parecidas com o dinheiro de hoje.

Em seguida, os governantes passaram a emitir suas próprias cédulas e moedas. Isso controlava as falsificações. Atualmente, quase todos os países possuem seus bancos centrais que são encarregados de emitir seu próprio dinheiro.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC



Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Portal Santo André Portal São Bernardo Portal São Caetano Portal Diadema Portal Ribeirão Pires Portal Mauá Portal Rio Grande da Serra Portal Grande ABC Ronan Maria Pinto Notícias Regionais Verdão TV Política Regional Vídeos de Santo André no ABC Paulista Vídeos de São Bernardo no ABC Paulista Vídeos de São Caetano no ABC Paulista Vídeos de Diadema no ABC Paulista Vídeos de Mauá no ABC Paulista Vídeos de Rio Grande da Serra no ABC Paulista Vídeos de Ribeirão Pires no ABC Paulista Notícias do dia 20 do 12 de 1999 Notícias do dia 20 do 12 de 2000 Notícias do dia 20 do 12 de 2001 Notícias do dia 20 do 12 de 2002 Notícias do dia 20 do 12 de 2003 Notícias do dia 20 do 12 de 2004 Notícias do dia 20 do 12 de 2005 Notícias do dia 20 do 12 de 2006 Notícias do dia 20 do 12 de 2007 Notícias do dia 20 do 12 de 2008 Notícias do dia 20 do 12 de 2009 Notícias do dia 20 do 12 de 2010 Notícias do dia 20 do 12 de 2011 Notícias do dia 20 do 12 de 2012 Notícias do dia 20 do 12 de 2013 Notícias do dia 20 do 12 de 2014 Trânsito Santo André Trânsito São Bernardo Trânsito São Caetano Trânsito Mauá Trânsito Diadema Trânsito Ribeirão Pires Trânsito Rio Grande da Serra Tags das notícias