Fechar
Publicidade

Automóveis

Publicado em quarta-feira, 20 de abril de 2011 às 07:16 Histórico

Stralis agora automatizado

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

 

Quem disse que caminhão é sinônimo de desconforto? Cada vez mais - e isso não é de hoje - os brutos evoluem em busca de proporcionar melhores condições de trabalho ao motorista, introduzindo mais tecnologia. Prova disso é o extrapesado Stralis, da Iveco, que passa a contar também com transmissão automatizada de 16 marchas, desenvolvida em parceria com a ZF.

Oferecido nas configurações 4x2 (R$ 430 mil), 6x2 (R$ 457 mil) e 6x4 (R$ 542 mil) - todas com opção de teto alto ou baixo -, o Stralis 460 NR Eurotronic é equipado com motor 13.0 a diesel de seis cilindros em linha, turboalimentado e com injeção direta de combustível, que gera 460 cv de potência entre 1.500 rpm e 1.900 rpm e torque máximo de 229 mkgf entre 1.100 rpm e 1.400 rpm. O PBTC (Peso Bruto Total Combinado) das versões varia de 53 a 74 toneladas.

Assim como as caixas automatizadas dos automóveis - Dualogic (Fiat), Easytronic (Chevrolet) e I-Motion (Volkswagen) -, o câmbio ZF AS-Tronic utiliza embreagem com acionamento eletrônico para efetuar as mudanças de marchas automaticamente. Desta maneira, o pedal da embreagem deixa de existir e o condutor mantém as duas mãos no volante.

A seleção do modelo drive, neutro e marcha à ré é feita por intermédio dos botões ‘D', ‘N' e ‘R', respectivamente, no painel central. Logo abaixo, outros dois seletores permitem a escolha do modo de condução: Standard ou Economy. As mudanças de marchas também podem ser realizadas por meio de uma alavanca atrás do volante, acionada pela mão direita do motorista.

O Stralis 6x4 é ágil. Ganha velocidade rapidamente. As trocas apresentam certa morosidade, mas nada que cause desconforto. O interessante é que as mudanças ocorrem na melhor faixa do propulsor, entre 1.000 rpm e 1.500 rpm. "Assim a economia de combustível é maior e os componentes, como embreagem, são preservados", explica Marluz Renato Cariani, da engenharia de vendas da Iveco.

O sistema automatizado também traz a função Slow - ligado ao segurar o botão D por dois segundos -, ideal para atrelagem, manobras minuciosas e arrancadas em terrenos de baixa aderência. Com ela, mesmo o caminhoneiro afundando o pé no acelerador, o bruto trafega lentamente e sem trancos - tal sistema poderia ser adotado pelos carros automatizados.

Ponto positivo para o freio-motor de duplo estágio de até 570 cv, ar-condicionado, para-lamas tripartido, tanque de alumínio, freios com ABS (antitravamento), travas e vidros elétricos, controlador de velocidade, sistema Down Hill Control (controle de descida) e rádio CD player de série. Como opcional, o Stralis 460 NR Eurotronic tem o Intarder, desenvolvido pela ZF, que atua junto à transmissão aumentando em 415 cv - totalizando 985 cv - a capacidade de frenagem do freio-motor.

 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC