Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Brasil assistirá hoje a eclipse lunar

Ricardo Trida/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


15/06/2011 | 11:46


A maioria dos brasileiros verá a Lua nascer eclipsada hoje. O fenômeno ocorre quando o Sol, a Terra e a Lua estão alinhados, com nosso planeta no meio. As regiões que poderão observar o eclipse do início ao fim estão na África, no Oriente Médio, na Ásia e na Oceania. A América do Norte não conseguirá ver o fenômeno. Os europeus, assim como os brasileiros, só verão o fim.

 

Na capital paulista, a Lua nascerá - coberta pela sombra da Terra - às 17h25. Dois minutos depois, o Sol vai se pôr. Portanto, o satélite estará escuro, mas o crepúsculo ainda iluminará o céu por alguns minutos. "O grande desafio para os observadores será notar que a Lua já está lá. Ela vai estar bem apagada", avisa Paulo Sérgio Bretones, astrônomo da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). A observação do fenômeno poderá ser feita com binóculos, lunetas e telescópios amadores.

 

Este é um dos dois eclipses lunares deste ano, mas o único que será visível para os brasileiros. O outro ocorrerá em dezembro. Além destes, teremos ainda dois eclipses solares, um em 1º de julho e outro em 25 de novembro. O próximo eclipse lunar que poderá ser visto no Brasil por completo está previsto apenas para setembro de 2015. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados