Publicado em domingo, 7 de novembro de 2010 às 07:27

Faz mal comer salgadinho?


Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

Incorporar notícia

Edmilson Magalhães/DGABC

Salgadinhos não devem ser consumidos com frequência porque em sua composição há muita gordura, sódio (substância presente no sal de cozinha) e conservantes. Comê-los em excesso pode trazer riscos à saúde. Para se ter ideia, em 100 g de alguns produtos é possível encontrar metade do sal que as pessoas podem ingerir em apenas um dia.

Além disso, alguns ainda têm gordura trans, tipo de gordura vegetal hidrogenada presente em alimentos industrializados. Pesquisas comprovaram que aumentam os níveis de colesterol ruim (LDL) e diminuem os de colesterol bom (HDL). Com o tempo, isso pode ocasionar doenças do coração, como infarto, e acidente vascular cerebral, que podem matar.

Ingerir muitos salgadinhos - incluindo os fritos, como coxinha, risolis e bolinho de queijo - também traz outros problemas, como pressão alta, diabetes, além de prejudicar o crescimento na infância. Por isso, quanto menos comer, melhor. Nem mesmo os assados deixam de ser vilões porque também possuem gordura e bastante sal.

NÃO SUBSTITUI - É importante lembrar que as guloseimas nunca substituem uma refeição, pois não fornecem a quantidade recomendada de vitaminas, minerais e proteínas para o desenvolvimento do organismo. Assim, quem ficar com muita vontade deve ingeri-lo só de vez em quando, sempre em pequenas quantidades e fora do horário das refeições principais, ou seja, bem longe do café da manhã, almoço e jantar.

— Fique atento: as embalagens de salgadinhos apresentam os valores nutricionais do produto (isso é obrigatório por lei). Entretanto, não alertam o consumidor sobre a quantidade excessiva de gordura e sal.

— Já que não adianta proibir, pelo menos você deve saber que não pode consumir salgadinhos todos os dias.

— Mas atenção gulosos: é preciso se controlar para evitar problemas futuros. A ingestão não pode ultrapassar a 25 g (equivalente a cerca de uma xícara), menos da metade de um pacotinho com 55 g.

Comer direito para ser saudável

A gente deve ingerir pouco sal desde a infância, para evitar doenças como pressão alta. A quantidade não pode ultrapassar 5 g por dia da substância, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde).

Especialistas também indicam que o consumo de gorduras precisa ser pouco: 30% das 1.300 calorias (quantidade de energia contida nos alimentos) recomendadas para quem tem entre 2 e 3 anos. O valor muda de acordo com idade, altura, se é menina ou menino e atividade que realiza diariamente.

Mas os salgadinhos não são os únicos vilões. Doces também fazem mal em excesso. Apesar de o açúcar ser importante fonte de energia, o exagero pode causar obesidade, dor no estômago, diarreia e cárie nos dentes.

Para ser saudável, é preciso manter alimentação variada, sem esquecer de incluir frutas, verduras, legumes - que contêm muitas vitaminas das quais o organismo necessita -, proteínas (presente na carne, feijão e soja), cálcio (está no leite e seus derivados) e fibras (encontradas nos vegetais e cereais). Não esqueça também de beber muita água; mas nada de substituí-la por refrigerante.

Teste avalia produtos

A Pro Teste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) examinou 16 marcas de salgadinhos sabor queijo para verificar as taxas de gordura e sal que apresentam, além das condições de higiene e qualidade das informações presentes nos rótulos.

Alguns têm índices acima dos recomendados pela OMS (Organização Mundial da Saúde). De acordo com os resultados, as marcas Bon Gouter e Yoki têm 24% a mais do que o consumo máximo de sal recomendado. O Poppo's possui muita gordura saturada: 23% da quantidade permitida para quem tem entre 4 e 6 anos. Doritos é o que apresenta as informações nutricionais mais corretas no rótulo. Com a avaliação, a Pro Teste quer chamar a atenção dos fabricantes para que produzam salgadinhos com menos gordura e sal.



Veja Também

Tags

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Revista Playboy Revista Sexy Palmeiras Corinthians São Paulo Santos Santo André São Bernardo São Caetano Diadema Ribeirão Pires Mauá Rio Grande da Serra Grande ABC Ronan Maria Pinto

Action 'Detalhe :: Index', Execute: 0,344s, Render: 1,27s.