Fechar
Publicidade

Automóveis

Publicado em quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009 às 07:00 Histórico

Kombi ganha direção hidráulica

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Produzida pela Volkswagen de São Bernardo desde 1957, a Kombi é líder no segmento em que atua e obteve a marca de 28.123 unidades vendidas em 2008. Mas a cinquentona não conta com direção hidráulica nem como opcional. Segundo a montadora, o perfil do comprador do modelo usa o veículo para o trabalho e não prioriza esse equipamento, que elevaria o custo do produto.

Pensando nisso, a Power Test, empresa de Santo André especializada em direções hidráulicas, patenteou um kit de direção hidráulica desenvolvido para Kombis. Com caixa de direção de fabricação própria, o sistema utiliza peças que compõem os kits hidráulicos originais da VW (desenvolvidos para o Gol). O kit foi concebido no fim de 2006 pelo mecânico e proprietário da empresa, Antonio de Sordi.

"Desenvolvemos o sistema porque um de nossos funcionários, que dirige uma Kombi todos os dias, sentia dificuldades para conduzir o veículo, que é muito ‘duro' para manobrar."

A instalação do kit, que passou por mais de um ano de testes antes de ser comercializado, leva quatro horas e pode ser feita em modelos fabricados a partir de 1976. O custo para a Kombi até 2006 é de R$ 1.800 e para as mais novas é de R$ 1.600. A empresa oferece garantia de um ano ou 20 mil quilômetros rodados. "Já instalamos cerca de 100 kits ", afirma Sordi.

A reportagem do Diário conduziu uma Kombi com o kit instalado e percebeu que a dirigibilidade e o conforto melhoram consideravelmente. Segundo a empresa, a instalação não fere nenhuma resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

O sistema de direção original da Kombi é um projeto antigo baseado em uma caixa de direção de setor (dentada), tipo de engrenagem de rosca sem fim que requer maior atenção em relação à manutenção. "O nível do lubrificante dentro da caixa deve ser verificado anualmente. Além disso, os diversos componentes mecânicos e articulações do sistema têm de ser lubrificados a cada 5.000 quilômetros", explica o engenheiro mecânico Rubens Venosa.

O empresário Cid Mesquita Garcia, 51 anos, tem uma versão especial feita em 2007 para comemorar os 50 anos do modelo no País. Ele instalou a direção hidráulica há um ano e aprovou o serviço. "A dirigibilidade melhorou", conta.

Power Test
Tel. (11) 4972-2506



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC