Fechar
Publicidade

Economia

Publicado em quinta-feira, 15 de dezembro de 2011 às 08:18 Histórico

Inflação medida pelo IGP-10 sobe 5,33%

A inflação medida pelo IGP-10 terminou 2011 com avanço de 5,33%, abaixo da taxa em 2010 (11,16%) e o menor resultado desde 2009 (-1,68%). A informação foi divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que anunciou hoje o seu primeiro indicador fechado de inflação do ano.

 

Em dezembro, o IGP-10 subiu 0,19% ante alta de 0,44% em novembro. A taxa mensal ficou dentro das previsões dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE-Projeções (de 0,08% a 0,50%), e abaixo da mediana das expectativas (0,33%).

Nos três indicadores que compõem ao IGP-10 de dezembro, o IPA-10 teve queda de 0,03% em dezembro, após subir 0,48% em novembro. Por sua vez, o IPC-10 apresentou elevação de 0,65% em dezembro, ante avanço de 0,31% em novembro. Já o INCC-10 subiu 0,53% em dezembro, ante aumento de 0,39% em novembro.

 

Agropecuários

 

A deflação voltou aos preços dos produtos agropecuários atacadistas, com queda de 0,12% em dezembro, após subir 0,18% em novembro, no âmbito do IGP-10. Já os preços dos produtos industriais no atacado desaceleraram de 0,59% para 0,01%, de novembro para dezembro.

 

Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais subiram 0,79% em dezembro, ante aumento de 0,46% em novembro. Por sua vez, os preços dos bens intermediários tiveram queda de 0,09% em dezembro, ante elevação de 0,46% em novembro. Já os preços das matérias primas brutas caíram 0,86% em dezembro, ante aumento de 0,55% em novembro.

 

A coleta de preços para o IGP-10 desse mês foi do dia 11 de novembro a 10 de dezembro. Às 11h a FGV concede coletiva de imprensa sobre o indicador.



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC