Economia

Ilan destaca importância da prevenção e do combate à lavagem de dinheiro

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, afirmou nesta quinta-feira, 7, durante evento sobre o Dia Internacional Contra a Corrupção, em Brasília, que, para manter um sistema financeiro sólido e eficiente, é preciso estar preparado para combater tentativas de utilizar o sistema para a prática de condutas ilegais. Segundo ele, a prevenção e o combate à lavagem de dinheiro, bem como o combate à corrupção, são temas muito caros ao BC no cumprimento de sua missão.

Goldfajn listou uma série de medidas e ações tomadas pelo BC para cumprir este objetivo. O presidente do BC citou que as práticas de supervisão da instituição "são periodicamente revisadas e aperfeiçoadas para se manter alinhadas às melhores práticas internacionais".

Em Destaque

Em outro ponto da fala, Ilan Goldfajn destacou a aprovação, neste ano, do novo marco punitivo de instituições financeiras, que entre outras coisas estabelece o acordo de leniência com o BC (acordo administrativo em processo de supervisão) e multas maiores para os bancos.

"O novo marco legal punitivo torna o processo administrativo sancionador mais eficiente como instrumento de supervisão", afirmou o presidente do BC. "A lei do novo marco punitivo prevê expressamente que o Banco Central manterá fórum permanente de comunicação com o Ministério Público, inclusive por meio de acordo de cooperação técnica, para intercâmbio de informações sobre indícios de crimes no âmbito do Sistema Financeiro."

Ao abordar os desafios para coibir ilícitos financeiros, Ilan Goldfajn citou a utilização de dinheiro em espécie ou de moedas virtuais para fins de lavagem de dinheiro obtido por meio da prática de crimes. "Essa forma usual, utilizada por criminosos em função da impossibilidade de rastreamento, é alvo de constante atenção do Banco Central", disse.


Comentários


Veja Também

Tags

ilan corrupção combate

Mais Destaques


Voltar