Internacional

China critica plano da Austrália de proibir influência estrangeira na política

A China repreendeu a Austrália por seu plano de proibir a interferência estrangeira na política, um esforço motivado, em parte, devido à influência política global da China.

O primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, disse nesta semana que o governo atualizaria as leis de espionagem e irá proibir as doações políticas estrangeiras para garantir que a política do país possa resistir à tentativa de interferência. Um senador opositor foi afastado na semana passada por solicitar uma doação de um empresário chinês, ato que seria considerado crime sob as mudanças propostas.

Em Destaque

A embaixada chinesa disse, em uma declaração nesta quarta-feira, que "a China não tem a intenção de interferir nos assuntos internos da Austrália ou exercer influência no processo político australiano por meio de doações políticas". A embaixada disse, ainda, que queria que a Austrália olhasse as relações bilaterais de maneira objetiva. Fonte: Associated Press.


Comentários


Veja Também

Tags

china austrália política

Mais Destaques


Voltar