Nacional

Temer faz indicação política para ANA e surpreende cúpula do meio ambiente

A decisão do presidente Michel Temer de fazer uma indicação política para o comando da Agência Nacional de Águas (ANA) causou espanto dentro da agência e do Ministério do Meio Ambiente (MMA), que já estava com uma lista de servidores técnicos da ANA nas mãos para fazer sua indicação ao cargo.

Nesta sexta-feira, 1, Temer publicou no Diário Oficial da União a indicação de Christianne Dias Ferreira para substituir Vicente Andreu, atual diretor-presidente da instituição, cujo mandato se encerra em 15 de janeiro de 2018. Christianne atua como subchefe adjunta coordenadora de Infraestrutura da Subchefia para Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República desde maio de 2016.

A reportagem apurou que o nome de Christianne Dias Ferreira, que ainda precisa ser sabatinada pelo Senado, foi enviado a Temer por Gustavo do Vale Rocha, subchefe para Assuntos Jurídicos (SAJ) da Casa Civil. Rocha foi advogado do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, que permanece preso em Curitiba (PR). Ele também atuou na defesa de Marcela Temer, no caso de hackers que invadiram o celular da primeira-dama.

Christianne, que é muito próxima de Gustavo do Vale Rocha, é desconhecida por agentes do setor ambiental. Integrante do Conselho Fiscal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), ela atuou, entre 2007 e 2016, como assessora jurídica da procuradoria parlamentar da Câmara dos Deputados. No meio acadêmico, é professora de Direito Privado e professora assistente do Centro Universitário de Brasília desde 2010. Seu nome é completamente desconhecido dentro da ANA.

No dia 31 de outubro, a associações dos servidores da agência realizou uma eleição prévia para indicar três nomes de servidores para ocupar o cargo. Foram escolhidos os nomes de Maria Cristina Sá Brito, especialista em recursos hídricos; Luciano Meneses Cardoso da Silva, coordenador de outorga; e Sérgio Ayrimoraes, superintendente de planejamento. Dos 310 servidores, 239 votaram. Venceu Sérgio Ayrimoraes. Por fora dessa lista, ouvia-se ainda nos nomes de Gisela Damm Forattini, diretora da área de planejamento da ANA, e Oscar Cordeiro Neto, ex-diretor da agência.

A reportagem procurou a Casa Civil para que Gustavo do Vale Rocha e Christianne Dias Ferreira comentassem a indicação para a diretoria da ANA. Por meio de nota, a Casa Civil informou apenas que Christianne "foi indicada pelo presidente Michel Temer para a Agência Nacional de Águas (ANA) por seu conhecimento na área de infraestrutura".

Sem dar mais detalhes, a Casa Civil afirmou que "ela tem atuado em diversos temas relativos ao setor, inclusive na elaboração de uma proposta para aperfeiçoar o marco legal do saneamento".

O ministro Sarney Filho também foi procurado, mas não se manifestou até o fechamento desta matéria. A ANA não quis comentar o assunto.


Comentários


Veja Também

Tags

ana temer indicação

Mais Destaques


Voltar