Economia

Ilan rechaça uso de reservas para financiamento de projetos de infraestrutura

O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, rechaçou nesta sexta-feira, 24, a ideia de usar as reservas internacionais, superiores a US$ 380 bilhões, no financiamento de projetos de infraestrutura.

O titular do BC lembrou que, enquanto muitos países acumularam reservas lastreadas em petróleo, no Brasil, as reservas se formaram a partir de dívidas - o País se endivida em reais e compra dólares. "Temos muita reserva e muita dívida. Se usarmos as reservas, fica só a dívida", comentou o presidente do BC em evento na capital paulista.

Goldfajn ressaltou o papel importante das reservas internacionais nos momentos de incerteza e considerou que a possibilidade de usá-las só poderá ser estudada depois da crise. Mas, mesmo nesse caso, disse, as reservas deveriam ser usadas para abater a dívida, não para investimentos.

"Um dos gastos mais meritórios é o de infraestrutura, mas não deixa de ser um gasto e temos que reduzir a dívida", declarou.


Comentários


Veja Também

Tags

ilan sp reservas

Mais Destaques


Voltar