Política

É resgate da valorização política, diz Paulo Serra, sobre integrar executiva

Escolhido para integrar a executiva estadual do PSDB no domingo, o prefeito de Santo André, Paulo Serra, considerou que essa definição por parte da estadual, conforme acordo previsto, denota “resgate da valorização política do Grande ABC”. Segundo o chefe do Executivo, trata-se da retomada do protagonismo regional a partir da eleição do ano passado, quando o tucanato, pela primeira vez, venceu em quatro das sete cidades. “É reconhecimento do peso político e da representatividade da região, tanto do ponto de vista econômico quanto populacional, uma vez que diante desse espaço poderemos participar ativamente das discussões para tomada de decisão.”

A composição do PSDB foi sacramentada com a reeleição do deputado estadual Pedro Tobias à frente do grupo, tendo César Gontijo como secretário-geral da executiva, apontada pró-Geraldo Alckmin, potencial candidato à Presidência da República pela sigla – articulação do governador tem diluído as chances do correligionário e prefeito de São Paulo, João Doria, de concorrer ao cargo. “Fomos indicados em momento importante (da legenda), pré-eleitoral. Pode sair do Estado, inclusive, nosso próximo presidente. Estamos reassumindo papel que já tivemos um dia, até nacionalmente”, disse Paulo Serra, que já se manifestou publicamente a favor de Alckmin.

Em Destaque

Sobre vaga concedida ao Grande ABC, o ex-deputado federal e ex-prefeito de Ribeirão Pires Clóvis Volpi já chegou a ocupar a presidência estadual da sigla na década de 1990. Dentro desse contexto de dar voz à região, o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), é cogitado a compor o diretório nacional do tucanato – a escolha do grupo vai ocorrer em dezembro. A definição acontece também em período crucial do partido, que iniciou ontem desembarque do governo Michel Temer (PMDB), desgastado depois de duas acusações formais da PGR (Procuradoria-Geral da República). Então ministro das Cidades, o tucano Bruno Araújo pediu exoneração do posto.

Novo vogal, Paulo Serra reiterou que o PSDB necessita apresentar compromisso ao País, com proposta factível, sem ficar na discussão rasa sobre deixar ou não os cargos no governo federal, dando como exemplo do passado o Plano Real. “Mostrar que o partido tem conduta diferente, corrigir os erros.”  


Comentários


Veja Também

Tags

convenção psdb estadual executiva paulo serra vogal santo andré reconhecimento

Mais Destaques


Voltar