Internacional

Fator de risco Kirchner retorna à Argentina nas eleições, diz analista

Alguns integrantes da coalizão governista na Argentina estão atentos à possibilidade da ex-presidente Cristina Kirchner concorrer ao Senado, apostando que ela pode polarizar o eleitorado e tornar mais difícil para os aliados do presidente Maurício Macri conquistar assentos no Congresso nas eleições de outubro.

A maioria dos analistas diz que a coalizão "Vamos Mudar", de Macri, terá maioria tanto na Câmara Baixa quanto no Senado, mas, para o analista Pablo Knopoff, é 99% provável que Kirchner ganhe um assento - o que pode funcionar como uma criptonita para os investidores, que temem o retorno das políticas populistas da ex-presidente.

Para Knopoff, ver Kirchner na TV, nos jornais e no Twitter todos os dias pode relembrar os investidores de que a Argentina ainda não descarta o seu passado - o que pode tornar mais difícil para Macri atrair investimentos estrangeiros. "É muito, muito difícil ver o kirchnerismo governando a Argentina, mas esse movimento pode complicar a vida do país nos próximos dois anos", disse Knopoff. Fonte: Dow Jones Newswires.


Comentários


Veja Também

Tags

argentina cristina kirchner eleições

Mais Destaques


Voltar