Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Maturidade de uma rebelde

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Yasmin Assagra
Especial para o Diário

01/04/2017 | 07:00


Quando se fala em Dulce María é impossível não lembrar da banda RBD, que marcou gerações desde seu surgimento em 2004. O grupo já não está mais em atividade, mas a mexicana deu continuidade à sua carreira como cantora e está pronta para reencontrar com os fãs brasileiros com o novo trabalho em mãos. Ela chegou ao País na quarta-feira (29), para promover a Dulce María World Tour, divulgação de DM (Universal Music, R$ 27,90, em média), lançado no início de março e seu terceiro disco solo. 

O novo álbum reflete bem os 30 anos de idade da artista, além de ter material capaz de conquistar antigos fãs e novos admiradores. A jornada do projeto começou em 2015, com o lançamento do single Dejarte de Amar (parceria com Andres Saavedra), que ocupou lugar no ranking de música mais vendida do iTunes Brasil na época. 

Logo depois foram reveladosNo Sé Llorar, Volvamos e Cicatrizes, esta última uma das principais e favoritas da mexicana. “Todos temos marcas na vida, sendo boas ou ruins. Nessa música pensei em mim e nos meus fãs como uma mensagem direta. Mostrando que por mais que tenhamos centenas de portas fechadas na vida, podemos abrir, superar desafios e se sentir forte”, conta a cantora, que conversou com a imprensa na sexta-feira, em hotel na Capital. O trabalho ainda conta com Hoy Te Entierro e Un Minuto Sin Dolor. DM totaliza 13 músicas, sendo quatro de composição própria. “Está sendo meu trabalho favorito. Pelos meus produtores e principalmente pelas músicas. Só tenho que agradecer quem me acompanha por essa recepção incrível.” Como principais inspirações para compor, além das próprias histórias, ela acompanha artistas que seguem ritmos parecidos, como Christina Perri, Demi Lovato e Taylor Swift.

Marcados para passar por Rio de Janeiro (hoje), Curitiba (quarta), Porto Alegre (sexta) e São Paulo (dia 9), os shows vão apresentar uma Dulce menos teen e mais madura, reflexo de bagagem cultural e histórias de vida. “Não só nas músicas, mas em toda produção do show tem um pouco de mim e de diferentes épocas da minha vida. Desde o início fiquei dedicada 100% em cada detalhe. Estou muito satisfeita e quero mostrar aos meus fãs logo”, explica.

Nas apresentações, pretende trazer novas versões de sucessos anteriores para completar a lista de músicas atuais dentro de um estilo mais dançante e pop, com arranjos das guitarras. As performances também terão corpo de bailarinos e cenário que, segundo ela, será mais trabalhado e bonito. “Estou em um momento maravilhoso e quero passar isso na minha nova turnê com a presença dos fãs brasileiros.” 

O show em São Paulo ocorre na Audio Club (Avenida Francisco Matarazzo, 694. Tel.: 3862-8279), às 20h30. Com valores entre R$ 100 e R$ 450, os ingressos ainda estão à venda no local ou por meio da internet (www.dulcemarianobrasil.com). Sobre as participações confirmadas, a cantora e blogueira Sofia Oliveira subirá no palco – também estará no compromisso em Curitiba, sua terra natal. Irão cantar versão em português de Antes Que Ver El Sol.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.