Fechar
Publicidade

Setecidades

Publicado em domingo, 3 de agosto de 2014 às 07:01 Histórico

Reitores defendem investimento e vontade institucional contra desafios

Para que os desafios impostos pelo avanço tecnológico à Educação sejam vencidos, é preciso investimento e vontade institucional. Isso é o que defendem os participantes do 3º Encontro Internacional de Reitores, promovido pela Universia e realizado no início da semana, no Rio de Janeiro.

Ao lembrar que o perfil do estudante atual é diferente do observado há alguns anos, a reitora da Universidade Interamericana de Porto Rico, Vilma Colon, observa que a incorporação da tecnologia no ambiente acadêmico é um processo sem volta. “A pedagogia virtual é de equipe, por isso a necessidade de investir em grupos que cuidem para que o conhecimento seja colocado a favor do ambiente de trabalho”, diz.

O vice-reitor da Open University, do Reino Unido, Martin Bean, destaca que mesmo que as primeiras experiências em EAD (Educação à Distância) tenham sido ruins, não se pode considerar que todas as demais também serão. “Os primeiros produtos a serem lançados nem sempre são os melhores, mas simbolizam mudança de paradigmas.”

Segundo Bean, no Reino Unido a taxa de alunos que concluem o Ensino Superior via EAD tem aumentado. Entre os motivos está a oferta de 6.000 tutores para auxiliar os estudantes.

REGIÃO

Reitores de instituições de Ensino Superior da região que participaram do evento destacam a oportunidade de conhecer realidades diferentes e estreitar relações com demais dirigentes de outros países.

O diretor do Instituto Mauá de Tecnologia, Marcello Nitz, destacou que um dos principais interesses da instituição é ampliar os relacionamentos internacionais no âmbito ibero-americano para ofertar vivência internacional aos alunos.

Para o vice-presidente da Fundação do ABC, mantenedora da FMABC (Faculdade de Medicina do ABC), Mauricio Mindrisz, a preocupação com o conteúdo, com as novas expectativas dos estudantes, linguagem contemporânea e aplicação prática de novas tecnologias ao ensino são temas que devem estar sempre em pauta.

Na visão do reitor do Centro Universitário da FEI (Fundação Educacional Inaciana), Fábio do Prado, um dos destaques para a instituição é a visão da Educação Superior a partir de sua relação com alunos, docentes, sociedade, mercado e governo.

O reitor da Anhanguera, Gilberto Selber, ressalta que as universidades hoje estão em processo de mudanças e que precisam abrir seus portões para que formem alunos com real visão da sociedade em que estão inseridos. 



Veja Também

Tags


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook! Lembre-se que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diário do Grande ABC