Política

Emenda pede inclusão da Linha 20 do Metrô entre as metas do Estado


Emenda apresentada ao PPA (Plano Plurianual) 2020-2023 do governo de São Paulo, chefiado por João Doria (PSDB), pavimenta a inclusão da proposta da Linha 20-Rosa do Metrô, que deve ligar São Bernardo à Lapa, entre as metas do Estado no período. O texto, em tramitação na Assembleia Legislativa, de autoria da deputada Carla Morando (PSDB), destaca avanço técnico do empreendimento para assegurar a viabilidade do estudo funcional do programa, primeiro passo para tirar o item do papel.

Com vigência de quatro anos, o PPA tem como função estabelecer as diretrizes para o mandato, fixando parâmetros de médio prazo, o que pode possibilitar a alocação de recursos a propostas em construção. “A ideia principal foi destacar índice para elaboração do estudo, que, posteriormente, será repassado à iniciativa privada. É ponto concreto, visando, por precaução, já inserir a discussão na pauta de investimento em transporte e implementação logo na sequência à conclusão dos estudos”, alegou Carla.

A parlamentar pontuou que a emenda “fixa obrigatoriedade” de início de execução dentro da legislatura. Na justificativa do texto, a deputada aponta que “a importância estratégica dessa expansão (do Metrô) é reconhecida integralmente pelo governo do Estado, tanto que foi recentemente divulgada pelo vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia (DEM), a expectativa de que no próximo ano esteja pronto o estudo funcional da Linha 20-Rosa, tendo o Estado já reservado R$ 20 milhões para confecção do levantamento sobre a viabilidade do ramal, a partir do qual serão definidos o traçado, o número de estações e o cronograma detalhado”.

A emenda está em fase de análise das comissões da Assembleia, que tende a votar o projeto do PPA até fim de dezembro. “Acredito que garantindo essa quantia de R$ 20 milhões, já conversada junto ao Palácio (dos Bandeirantes), seja suficiente para elaborar o projeto básico. Desta forma, não há nada que impeça o andamento da proposta. Existe manifestação de interesse de investidores da China e de Londres”, disse a deputada.

A Linha 20 é cogitada para ter três estações em São Bernardo, com plano de implantação em quatro anos a partir do começo das obras – ainda sem estimativa. O prefeito Orlando Morando (PSDB) considerou que a emenda é “primeiro ato concreto” para a introdução do projeto no plano estadual. Segundo ele, a deputada, que é sua mulher, cumpre dever importante para ativar a proposta. “É a primeira grande conquista pós-anúncio. Até porque é necessário viabilizar contratação dos projetos básico e executivo. Tudo depende de previsão orçamentária. Medida acertada, cumprindo papel destacado para consolidação.”  

Comentários


Veja Também


Emenda pede inclusão da Linha 20 do Metrô entre as metas do Estado

Emenda apresentada ao PPA (Plano Plurianual) 2020-2023 do governo de São Paulo, chefiado por João Doria (PSDB), pavimenta a inclusão da proposta da Linha 20-Rosa do Metrô, que deve ligar São Bernardo à Lapa, entre as metas do Estado no período. O texto, em tramitação na Assembleia Legislativa, de...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar